Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

diasdechocolate

diasdechocolate

Em 3, 2, 1...

E volta tudo ao mesmo, já amanhã! Depois de duas semanas que passaram num estalar de dedos, amanhã será dia de voltar à rotina. O casório foi um festão, um lindo e emocionante festão já que esta chorona deixou cair umas lágrimas uma ou duas vezes durante a cerimónia mas chegados à quinta foi só comer e dançar. Na verdade, é o que se quer num casamento! O problema agora é ligar as turbinas e recuperar a energia necessária para enfrentar mais uns mesitos de (instável) trabalho. Encaro sempre este mês de Setembro como um segundo Janeiro, para afinar objetivos, para mudar, para procurar outras oportunidades mas este ano sinto especialmente esta motivação. Aliás, estes últimos dias foram críticos só de pensar no início do trabalho. Há uns meses escrevi aqui que ia procurar os meus sonhos e tenho trabalhado nesse sentido mas, para além de oportunidades, falta-me a coragem necessária para atalhar outro caminho e lidar com as consequências da mudança! Gostava de ter a resiliência de muitas pessoas para mudar radicalmente! Admiro quem é capaz de pôr um ponto final nas coisas que consideram tóxicas e mudar o rumo! E é isso que procuro para mim! Estou cansada de acordar todos os dias a pensar no tempo que estou a despediçar no trabalho que tenho. Não me sinto útil, não contribuo para a felicidade de ninguém e sinto-me frustrada! E temo que a frustração me torne uma pessoa diferente, mais amarga, menos tolerante ou motivada e infeliz! Noto que sorrio cada vez menos e isso não é bom!

É claro que nos tempos que se vivem, qualquer trabalho digno é ouro e posso parecer mal agradecida porque existem tantas pessoas que precisam de trabalho e eu só ocupo o meu tempo a sonhar com mudanças. Só que a bem da minha saúde mental tenho de o fazer. Agradeço diariamente o que tenho, tento perceber que é o que me garante pagar as minhas coisas mas cheguei a um ponto tal que nenhuma destas estratégias está a resultar! Os meus pais, muito mais conhecedores da vida mas muito menos aventureiros, lá vão acalmando estas minhas ideias. Compreendem as minhas razões e concordam com elas mas dizem que tenho de mudar o pensamento e ser mais positiva face a tudo isto ate conseguir mesmo outra coisa. Não digo que não tenham razão mas tenho este péssimo hábito de querer tudo para o imediato...ou para ontem! É imaturidade, ansiedade ou dificuldade em esperar mas sou mesmo assim, quando ponho uma coisa na cabeça, boa ou má, sigo com ela uns bons tempos em mente! Algumas ideias passam ao fim de umas semanas só que esta vontade já me acompanha há uns bons meses: quero voltar a estudar e aprender mais para puder ajudar outras pessoas! Probleminha: para estudar é preciso dinheiro e esse dinheiro vem do trabalho. Logo, o que procuro neste momento é mudar de trabalho, com urgência! O resto virá, com tempo, passo a passo (espero eu)!