Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

diasdechocolate

diasdechocolate

Harry Potter, uns anos depois!

No domingo à noite, pouco antes de me deitar (com quinhentos cobertores) para ler as últimas páginas do meu livrinho de cabeceira (O Jogo do Anjo de Carlos Ruiz Zafón), senti aquela nostalgia já habitual sempre que estou prestes a terminar um livro (e nervos porque a cada página que leio parece que percebo menos). Ainda que não tenha sido dos melhores que já li (longe disso), é-me difícil ler um livro com mais de trezentas páginas sem ler outro lá pelo meio (enquanto lia "Os Maias" acho que li uns três). Fiz uma revisão mental dos que tinha por ler e dos que já tinha lido e pensei logo naquele. E era mesmo o que me apetecia, uma história simples e mágica. Levantei-me e lá o trouxe: Harry Potter e a pedra filosofal! Comecei logo a lê-lo e a recordar-me do prazer que me deu lê-lo pela primeira vez, deveria ter uns onze ou doze anos. Li-o em poucos dias de tão viciada que estava na estória e por todo o fascínio que aquele mundo de magia me transmitia. Como teria mais ou menos a idade do Harry todos aqueles desenvolvimentos me faziam imaginar como reagiria se fosse eu, como seria viver em Hogwarts, ter aquelas aulas com o odioso Snape e aturar aquele mimadinho do Draco Malfoy (e admito que a sabichona da Hermione também me irritava um bocadinho, por vezes). É verdade já li livros com enredos mais complexos, menos óbvios mas não tenho deles as recordações que tenho daquele, de chegar da escola ao fim do dia e deitar-me na cama a devorar aquelas páginas para saber o que mais se passaria em Hogwarts. Agora, a única diferença é que não tenho a idade do protagonista mas tudo aquilo continua a encantar-me e a viciar-me como antes! Quanto ao outro livro, tem estado em stand-by apesar de não puder adiar muito mais a leitura dele, estou curiosa para saber o fim!

 

1 comentário

Comentar post