Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

diasdechocolate

diasdechocolate

Histórias de (maus) vizinhos

Já ouvi muitas vezes dizer que os vizinhos não são o que eram antigamente. Eu não sei como eram no "antigamente" mas que uma boa parte dos actuais vizinhos não são pessoas do bem (e de bem) não são com toda a certeza! Para além dos típicos mexericos (que não são de agora), os vizinhos que tenho por aqui são pessoas que gostam de abusar da ppaciência e do espaço dos outros! Tenho por aqui uma pequena amostra de vários tipos de vizinhos que não se deve ter por perto. Para começar, os mais "normais", aqueles que, de dentro das suas casas, ficam a observar todos os movimentos que fazemos durante o dia, quem entre e sai cá de casa e acho que ao fim do dia se lembram de todos os meus passos melhor que eu própria! Mas tenho de confessar, estes nem são os piores. Piores mesmo são aqueles que conservam verdadeiras matas que podiam muito bem fazer concorrência com o Pinhal de Leiria só que "esquecem-se" de cortar os ramos que estão sobre outras casas e que retiram a luz do sol de algumas divisões entre elas, o meu quarto. Logo eu, que gosto de ter sempre as janelas abertas até ao último raio de sol!

Quando podia pensar que não haveria de encontrar pior gente que esta, eis que o vizinho do outro lado da (minúscula) rua que nos separa (e que nem sequer vive aqui) decide vedar a sua propriedade. Até aqui tudo bem, o problema é que o senhor quer fazer a dita vedação sobre a rua, incluindo assim a caixa de água (que é pública) e o poste de electricidade (que também é público) e ocupando a rua que serve para entrarmos em casa com os carros. Isto é estúpido, não faz qualquer sentido mas o chato do homem julga que por ser "amigo" da malta da Junta já pode fazer o que lhe apetece. Enfim.... está-se mesmo a ver que é reformado há uns anitos e como está cansadinho de descansar ao longo do ano, não pode ver ninguém sossegado!

É claro que também tenho vizinhos simpáticos e tranquilos. Pena é que seja apenas um casalito e que se mudará no final deste mês. Portanto, vou ficar aqui rodeada de aves raras que só estão satisfeitas a incomodar!Por isso, para quem diz que viver em "sítios pequenos" é que é bom, aconselho que antes da mudança façam uma análise detalhada do local para evitarem chatices futuras!