Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

diasdechocolate

diasdechocolate

O que se faz com os sonhos?

Vivemos uma época economicamente, socialmente e até pessoalmente difícil. Quem trabalha pode considerar-se um privilegiado (embora as condições de trabalho estejam a degradar-se a olhos vistos), quem não trabalha vai procurando...e desesperando! Currículos enviados, montes de telefonemas e respostas muito escassas e quase sempre negativas. Eu ando nesta vida há um ano. A opção estrangeiro esteve sempre em cima da mesa mas alguns entraves que surgiram e outros motivos pessoalmente fortes foram-me fazendo ficar. Com o início de Setembro e o retorno às "rotinas", a sensação de frustração é mais forte e acabo por passar o dia completamente bloqueada, sem saber para onde me virar. Se é verdade que estava (e estou) optimista em relação aos próximos tempos, não é menos verdade que andei todo o dia com aquela sensação de desnorte que em nada ajuda a continuar esta luta. Não é só comigo que é assim, há milhares de pessoas na mesma situação, com as vidas em stand-by! No meio disto tudo, os sonhos que se constroem vão sendo adiados. Porque não é a melhor altura, porque não há condições ou energia para os pôr em prática, porque não têm viabilidade...Quando vejo casos de pessoas que acreditaram nos seus sonhos e fizeram deles verdadeiros sucessos, fico com a esperança que um dia também eu serei capaz de o fazer! Não é que tenha ideias de génio, que sonhe com alguma coisa que vá revolucionar o mundo (sou uma espécie de zero à esquerda em imaginação e criatividade) mas também estou a falar de sonhos e não de empreendedorismo. Porque os sonhos não têm necessariamente de ser materializados em empresas altamente rentáveis, embora em época de crise isso até dê muito jeito!

A minha vida de sonho não passaria apenas pela actividade para a qual estudei. Vai muito para além disso, das coisas mais simples, como ter sempre um bom livro para ler até actividades mais sérias ou, quem sabe, talvez profisionais. Não gosto nada de revelar porque imagino logo a expressão de quem me ouve, como que a dizer "estás maluca?! não queres mais nada?!" (não fiquem já a pensar que sonho casar-me com um multimilionário e ir viver em Nova Iorque, porque não é nada disso, sou um pouco mais modesta!). Tenho a consciência que sonho acima das minhas possibilidades mas acho que é assim que deve ser, manter os pés na terra e sonhar sem censura!

1 comentário

Comentar post