Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

diasdechocolate

diasdechocolate

Os mal agradecidos desta vida...

São pessoas um bocadinho detestáveis! Sim, de-tes-tá-veis! Eu sei que é a segunda-feira, que não devia começar a semana com este pensamento negativo mas não consigo evitar. Não gosto nada de pessoas que passam a vida a queixar-se da falta de sorte que têm, do trabalho que não lhes agrada, do corpo que não cabe em peças pequenas e do príncipe encantado (ou princesa) que tarda em chegar! É claro que tem de haver espaço para os desabafos quando as coisas não correm como se espera, só que enervam-me aquelas criaturas que nunca se satisfazem com nada do que têm e fazem das reclamações o seu modo de vida. E pior do que isto são aquelas que tentam pisar os que os rodeiam com a justificação de quererem mais. Isso não é ambição, é falta de carácter! Não tenho nada contra aqueles que procuram incessantemente uma vida melhor, bem pelo contrário, gosto de pessoas ambiciosas mas gosto daquelas que têm limites e que reconhecem os aspectos positivos da sua vida! Para aqueles que passam os dias a lamentar-se, desafio-os a usarem uns preciosos segundos das suas vidas insatisfatoriamente ocupadas para pensarem nas coisas boas que têm! Sim, alguma coisa há-de ser boa! Esquecer por momentos o que ainda querem alcançar e olhar um bocadinho para lado. Talvez assim percebam que há muitas e muitas pessoas que trabalham tanto ou mais e não atingem os seus objectivos, outras que por serem portadoras de doenças não conseguem usufruir de uma vida de qualidade. Apesar dos maus momentos, eu tento sempre pensar que haverá alguém pior do que eu. Porque basta ligar a televisão ou ler um jornal para ter a certeza disso. Há sempre alguém pior que nós. E esse alguém pode estar mesmo ao nosso lado, a ouvir as nossas queixas constantes do trabalho que é mau, do chefe que é uma besta ou do trânsito está sempre caótico. Não que sejam problemas desprezáveis só que às vezes é importante estar calado, tirar os olhos do umbigo e perceber a realidade que nos rodeia!

1 comentário

Comentar post