Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

diasdechocolate

diasdechocolate

Pequenos grandes dramas da vida de uma mulher

Mulher que é mulher vive permanentemente com alguns dramas na vida. Não encontrar um homem inteligente, lindo de morrer, simpático, honesto, trabalhador, divertido ou não saber o que vestir ou calçar são, para mim, os mais frequentes! Mas depois há outros, igualmente traumatizantes e um deles é não saber o que fazer ao cabelo. Há uns dias surgiu-me a ideia de festejar o início da minha vida activa no cabeleireiro (afinal, é lá que vamos quando temos algo especial) e estou tentada a fazer um corte mais radical que o habitual corte das pontas espigadas. O problema é que tenho o cabelo comprido e sempre que corto um pouco mais que o normal tenho momentos em que me arrependo de o ter feito, sinto que falta ali alguma coisa. Desde que pensei em cortar que ando numa indecisão constante: ora acho que é uma boa ideia, o cabelo precisa e a auto-estima sai reforçada, ora penso (sempre que o penteio) que devo ficar quieta e não fazer grandes mudanças. Se optar pelo corte mais drástico e, na eventualidade de não gostar, é verdade que o cabelo acaba por crescer só que o verdadeiro drama é enquanto não cresce. Fico a sentir-me careca aquele tempo todo?!

2 comentários

Comentar post