Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

diasdechocolate

diasdechocolate

Superação (psicológica)

Sou pessoa que stressa. E que stressa por tudo! Com o trabalho, com o peixe que está no forno, com as diversas tarefas que tenha que fazer por casa... Tento controlar-me, pensar positivo e respiro fundo muitas vezes mas continuo sempre com aquela sensação que há algo mais por fazer. Como é óbvio, isto deixa-me psicologicamente cansada nas múltiplas tentativas que vou fazendo para organizar (ao segundo) todos os passos que tenho que dar. Quando altero a rotina, pior ainda! No início da semana, tive que alterar ligeiramente os meus horários, caso contrário, as vinte e quatro horas seriam escassas para tudo! Fui dormir, com o esquema todo no pensamento e revi-o mentalmente, vezes sem conta! Com isto, em vez de descansar o cérebro fiz exactamente o oposto! Estava cansadíssima mas aquela excitação/ansiedade/medo de me atrasar para algum dos compromissos só me permitiu adormecer depois de mais de duas horas de voltas constantes na cama! Estava capaz de trepar paredes! Acabei por adormecer mas acordei muito antes do despertador dar sinal, receosa de não o ouvir. Levantei-me mais cedo e lá fui à minha vida. E consegui fazer tu-do, tudinho o que tinha planeado (sempre a correr e em stress, mas lá consegui). A verdade é que também é nestas alturas que provo a mim mesma que sou capaz e, por incrível que pareça, sinto-me mais enérgica e motivada em comparação com os dias mais tranquilos. Acho mesmo que preciso de ter muitas coisas para me ocupar para a mente não divagar e ficar preguiçosa. Já na faculdade sentia isto, só conseguia concentrar-me (à seria) quando tinha uma data de frequências, testes e avaliações práticas todas concentradas em poucos dias e, felizmente, nunca ficou nenhuma cadeira perdida para lá do suposto! Acabava as épocas de frequências cansada, exausta mesmo, precisamente por ficar demasiado nervosa a cada prova! Os próximos meses serão de muito, muito trabalho e, como tal, terei que me reforçar a todos os níveis sob pena de ficar arrasada! O meu pai diz-me muitas vezes que tenho de acreditar que sou capaz e ir à luta, todos os dias, pelo que quero mesmo com adversidades. E tem razão! Mas falta-me organização e resiliência. Algo que tenho que investir para resistir aos próximos tempos!