Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

diasdechocolate

diasdechocolate

Mais uma semana...

Esta segunda-feira bipolar anuncia uma nova semana que, ao que me parece, trará algumas novidades à minha triste vida. Ou, pelo menos, o início de algo novo. A ver vamos se é só um pressentimento ou se é mais um tiro ao lado!!!

Ideias a reter

Nunca, qualquer que seja o motivo, voltar a enfiar-me num supermercado a um sábado à tarde. Prateleiras quase vazias, carrinhos "mal estacionados" e gente sem pressa é o que se vê por lá. Inspirar e expirar são melhores dicas para estas horas!

Avarias domésticas

O que é que faz quando se tem as natas prontas a bater e dá o fanico à batedeira? Desiste-se da sobremesa ou comete-se a loucura de as bater à mão? Os mais inteligentes certamente lamentariam a situação, deixavam as natas sossegadas e atiravam-se a uma tablete de chocolate. Eu burrinha (depois de insultar a batedeira com todos os nomes que me lembrei), aventurei-me com as varas e acho que amanhã não mexo um braço! Isto é que é uma boa maneira de começar o fim de semana, sim senhora!!! 

Dia(s) para ser feliz

20 de Março, início da Primavera e Dia da Felicidade. Um dia simbólico claro, mas que me "obriga" a pensar na minha própria felicidade. Em conversas que tenho e oiço, muitas pessoas dizem que agora precisamos de muita coisa para sermos feliz e que antes não era nada assim, eram felizes com o mínimo. Eu acho que têm razão mas também acho que é compreensível que precisemos de mais para nos sentirmos felizes: a sociedade mudou, as expectativas e perspectivas de vida mudaram muito nos últimos anos e, por isso mesmo, acho que é normal querermos outras coisas na nossa vida. No que me diz respeito, há muitas coisas que preciso para levar uma vida decente e, quando faltam, causam-me ataques de nervos. Um exemplo flagrante é a luz. Não sou capaz de viver sem luz. Fico furiosa quando falha porque interfere com uma vida de qualidade. A meio da tarde já não dá para fazer nada, cozinhar é uma missão difícil, tomar banho a mesma coisa, não há internet, enfim...podia estar aqui o resto do dia a enumerar problemas. Naturalmente, a minha geração terá mais dificuldade em viver assim do que a dos meus avós ou pais, que viveram assim alguns anos das suas vidas deste modo.

É claro que ao longo dos anos fomos acrescentado degraus nesta grande escada que colocam obstáculos a uma vida feliz. Todos gostaríamos de ter trabalhos mais compensadores em todos os níveis, de ter mais tempo para família e amigos, de poder viajar (mais). Nós mulheres, então, acrescentamos ainda mais degraus ainda porque gostaríamos também de ter aqueles sapatos, aquelas carteiras, um roupeiro do tamanho de um shopping e um namorado que nos tratasse como princesas. É ou não é?

Eu acho que, de facto, precisamos de mais para sermos felizes e que devemos sempre lutar pelo que queremos, no entanto, penso que poderíamos pensar mais vezes naquilo que temos e não apenas naquilo que nos falta para conseguirmos ser mais positivos e, consequentemente, mais felizes no dia-a-dia. Por mim falo, que sou pouco optimista e confiante nas minhas capacidades.

 

 

Snop Dogg (e os seus desvarios)

Estava eu entretida a ler umas notícias (e a melhorar o meu francês) quando dou de caras com uma notícia insólita, idiota, enfim...depois digam o que acham!

Bem, o jornal francês "Le Huffngton Post", noticia que Snopp Dogg (ou Lion ou seja o que for) entregou (literalmente) as suas mãos à manicure francesa...e o resultado é este (vejam e regalem-se):

   

 

 

Os pormenores desta manicure (e a causa do crime):

 

Primavera, que bom ver-te!

Finalmente, a Primavera está aí!! É só lá mais para a tardinha o início oficial e, pelo que vejo da janela, vem acompanhada de umas grandes e cinzentinhas nuvens (segundo a Vanda Miranda até chove no fim de semana)! Espero que na próxima semana venham bons dias de sol porque de chuva já nem posso ouvir falar!

Sporting - Porto

Parece que continua o dérbi de domingo. Depois daquele comunicado do Sporting, agora vem o Porto pedir um castigos para Alvalade, castigos esses que incluem até a descida de divisão. Antes de mais, devo dizer que isto só me dá vontade de rir. É verdade que o Sporting já foi prejudicado em alguns jogos, é verdade que o Porto foi prejudicado no domingo com aquele golo do Sporting mas outros clubes foram também prejudicados pelas arbitragens. Uma coisa pareceme certa: ninguém irá indemnizar clube alguum pelos alegadops prejuízos nos jogos porque, se assim fosse, teriam de ser revistos todos os campeonatos até agora. O Sporting afirma que lhes foram retirados sete pontos (se estivessem a 15 pontos do primeiro lugar, diriam que lhes tinham sido retirados quinze pontos, enfim...), o Porto pede castigos pesados para o Sporting por pressionarem as arbitragens e andamos nisto. O que vale é que enquanto andam engalfinhados uns com os outros deixam o meu Benfica sossegadinho....e líder. É o que se quer!!!

Dia do Pai - o presente

É já amanhã o Dia do Pai. Um dia igual a todos os outros, em que devemos mimar os nossos pais (sim, se possível, o pai e a mãe) com beijinhos, gestos de amor, respeito e alguns presentes, claro. Quem não gosta de receber um presente seja em que dia for?!

Eu não tenho filhos mas, pelo que me parece e pelo que oiço, estas datas são mais engraçadas para os nossos pais quando somos pequenos. Fazemos aqueles desenhos pirosos na escola, aquelas construções de plasticina que ninguém entende o que são, pegamos numa pedra da rua que lhes oferecemos como pisa-papéis... É uma lista não muito extensa de presentes que quase todos já oferecemos ao nossos pais neste dia. Confesso que ultimamente, não só por força da situação económica mas também pela acessibilidade facilitada aos mais diversos produtos, acho que muitas pessoas (onde me incluo) passaram a fazer coisas mais personalizadas, simples e mais significativas. Não deixei de dar presentes mas adaptei as minhas escolhas às reais necessidades e pus a cabeça a pensar um pouco mais para oferecer algo mais criativo. Cá em casa, quando se aproximam datas festivas ouve-se scom frequência: "eu não preciso de nada em especial, tenho tudo o que preciso". É isto, quase sempre!

Posto isto, amanhã o meu pai receberá um beijinho especial e irei preparar uma coisa que sei que ele adora: mousse de chocolate negro. Não come muitas vezes para salvaguardar a saúde mas como amanhã é (mais um) dia dele, acho que merece uma sobremesa diferente. Pode parecer insignificante mas tenho a certeza que ele vai adorar a ideia. E isso é o mais importante!

Terça-feira

É quase hora de almoço mas ainda estou aqui com um sono que não aguento os olhos abertos por muito tempo. É verdade que me deitei tarde (nada de anormal), é verdade que dormi umas oito horas mas também é verdade que dormi muito bem. Ainda assim, estou com tanto sono que me dá a sensação que é segunda-feira e não terça. Não que tenha de ir trablhar, tenho só que estudar umas coisinhas mas assim não será fácil, nada fácil!!!