Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

diasdechocolate

diasdechocolate

Domingos

Costuma dizer-se que às vezes se tem de dar um passo atrás para se conseguir dar dois à frente. O problema é não saber parar. Acontece-me frequentemente perceber que perdi horas para fazer alguma coisa que, em modo produtivo, teria despachado em minutos e nesse tempo poupado poderia ter descansado, dormido ou passeado mais! E tudo porque tenho dificuldade em parar. Tenho receio de deixar alguma coisa por fazer e acabo por encher os meus fins-de-semana com planos que em nada se assemelham à preguiça e ao descanso. Durante os meses que trabalhei, os fins de semana totalmente livres de trabalho contam-se facilmente com uma mão de maneira que neste "início" de ano de trabalho prometi a mim mesma que iria tentar deixar sempre as tardes de domingo livres para fazer o que me apetecesse! Até agora estou a conseguir (também é só o primeiro fim-de-semana) mas tenho uns pequenos problemas: para já, o domingo passa excessivamente depressa (ainda há pouco acordei) e, depois...não sei o que me apetece fazer! Ah pois!! Passo a semana toda a rogar pragas por não ter tempo para nada mas chega-se à hora da verdade e fico sentadinha no sofá a pensar no que fazer. Vingar-me na comida não é solução (já me desgracei que chegasse) e sair de casa com este tempo também não faz parte dos planos! Já estive a ler, já me perdi pelo facebook...Definitivamente, não sou uma pessoa nada experiente nesta coisa de não fazer nada. Se saio, fico a pensar no que poderia ter feito se tivesse ficado em casa, se fico em casa, fico a pensar nos sítios aonde poderia ter ido.....não se entende esta cabeça!

1 comentário

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.